Vulcanair é a solução para o patrulhamento aéreo

Vulcanair é a solução para o patrulhamento aéreo

Conhecido como país continente por seus mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, o Brasil é a maior nação da América do Sul, ocupando 47% do continente. Na parte superior e a oeste, são mais de 15 mil quilômetros de fronteiras com os mais diversos países, como Bolívia, Venezuela e Paraguai. A leste, são aproximadamente 7.300 quilômetros de litoral, banhado pelo Oceano Atlântico.

Vigiar os 23 mil quilômetros de fronteiras é de grande importância para um país como o Brasil, que tem uma grande diversidade de riquezas naturais, como a floresta amazônica, e recursos marítimos importantes, como a exploração de petróleo em alto-mar. Por isso, a aviação de vigilância deve ser levada a sério, seja pelo governo ou pela iniciativa privada.

A Vulcanair tem em sua linha de produtos o P-68 Observer, um bimotor leve para seis pessoas que pode voar por até 3.000 quilômetros e com uma autonomia superior a nove horas. Ele é equipado com dois motores Lycoming IO-360 de 200 HP cada, capaz de voar a uma velocidade de cruzeiro de 300 km/h.

 

Por que o Observer?

Além de seu excelente desempenho de voo, o Observer tem uma grande janela na parte posterior, tal qual um helicóptero, o que fornece excelente visão em missões de vigilância. Ele também pode ser utilizado perfeitamente em situações de reconhecimento, resgate, emergência e fotografia aérea. Pode ser ainda amplamente útil na proteção ao meio ambiente. Vale lembrar que o valor do custo operacional e de aquisição de um Observer é aproximadamente 70% mais barato do que o de um helicóptero. O preço de um monoturbina leve novo, por exemplo, ultrapassa os US$ 3 milhões, enquanto que do avião italiano gira em torno de US$ 1,1 milhão.

“É um avião bastante robusto, capaz de pousar em pistas não preparadas. Sua operação é ainda mais facilitada por ter asa alta, o que dá mais visão a tripulantes e passageiros, e também pelo motor, por estar alto, não ‘engolir’ detritos e sujeira das pistas de terra, por exemplo”, explica João Moutinho, diretor da Vulcanair Aircraft.

Outro ponto de destaque é o custo-benefício do avião, que, além de ser extremamente eficiente e econômico do consumo de combustível, tem baixo custo de manutenção. No Brasil já há cinco centros para reparos de todos os tipos certificados pela Vulcanair: Sorocaba (SP), Goiânia (GO), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS).

A aeronave é empregada com sucesso e extrema eficiência por diversas Forças pelo mundo afora, como Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha, Dinamarca, Estados Unidos e Japão. Recentemente a Marinha do Chile adquiriu sete unidades do P-68 Observer, que serão utilizados em missões de transporte em geral, busca e salvamento, reconhecimento e evacuação médica. Nas aeronaves serão instaladas câmeras de vídeo infravermelhas e receptores especiais capazes de identificar embarcações.

 

 

Mais informações

 

BtoB Comunicação

Tiago Dupim – 11 98375-6542

Rodrigo Cozzato – 11 98200-3883

www.btobcomunicacao.com.br

Observer em ação pela polícia alemã

Observer em ação pela polícia alemã

Avião é um dos destaques da polícia belga

Avião é um dos destaques da polícia belga

O cockpit, inspirado nos helicópteros, é o principal diferencial do bimotor italiano

O cockpit, inspirado nos helicópteros, é o principal diferencial do bimotor italiano

No Comments

Post A Comment